Poemas e a vida.

Dizem que a vida é um jogo, mas onde está o restart? (Já sei, foi sem graça XD)

Well, se é mesmo um jogo, o qual não há voltas e temos que aprender a jogar sem manual, seria aquele cara que finge para tentar sobrerviver nesse jogo chamado vida um cara mal? Pensemos….

Isto

Dizem que finjo ou minto
Tudo que escrevo. Não.
Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.

Tudo o que sonho ou passo,
O que me falha ou finda,
É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.

Por isso escrevo em meio
Do que não está ao pé,
Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!

(Pessoa, Fernando)

 

Sacana? Fernando Pessoa trata de ótimos temas e um dos poemas mais difícies de interpretar é este acima, e um dos que eu mais gosto, se não o meu favorito; gostaria de saber oquê vocês acham desse poema, diferentes interpretações são sempre bem-vindas.

Anúncios

19 grandes anos de existência

19 grandes anos e nenhum para me arrepender.

Hoje eu completo 19 anos e por esse e outros fatos ontem fiz uma pequena festa aqui em casa.
Muito legal a festa, provavelmente a maior que eu já fiz aqui em casa porém não grande o suficiente para a maioria da população. Infeliz aqueles que disseram que viriam e não vieram, perderam muuuuita pizza e deixaram de dar muuuuuuita risada.
Assim que eu puser minhas mãos na máquina digital eu posto imagens da festa aqui e também do presente que eu me dei de niver 🙂 Um monitor de 19″ LCD widescreen 😀

Get iStat cpu at the Yahoo! Widget gallery!